“Dormentes do Tempo”: Documentário resgata história da Ferrovia na região de Marcelino Ramos (Vídeo)

Compartilhe:

IMG_5780No ano de 2010 a Epifania Filmes produziu um documentário sobre os 100 anos da construção da primeira ferrovia que ligou o Rio Grande do Sul ao centro do país. Produtores e cinegrafistas localizaram ex-ferroviários e moradores que ainda guardam na memória uma época nostálgica. O documentário “Dormentes do Tempo” teve como foco Marcelino Ramos, Gaurama e Viadutos. Municípios que viram seu cotidiano mudar profundamente durante e após a operação da ferrovia, restando como legado a lembrança e as cicatrizes na paisagem de um tempo que não existe mais.

  Construída pela Empresa Belga Compagnie Auxiliaire des Chemins de Fer du Brésil, a estrada de ferro acompanhou e foi personagem de inúmeros fatos históricos ao longo desses 100 anos de existência. Por seus trilhos Getúlio Vargas realizou a Revolução de 30 e muitos gaúchos que lutaram na Segunda Guerra Mundial, seguiram seu destino aos portos de Santos e Rio de Janeiro. Foi também através dela que os imigrantes das antigas colônias do Rio Grande do Sul migraram para o norte do Estado e para o oeste de Santa Catarina e Paraná.

      Além disso, a linha ferroviária ajudou a aproximar o Brasil dos seus vizinhos Uruguai e Argentina através da ligação férrea Montevidéo-São Paulo.  Depoimentos de ex-ferroviários e historiadores ajudam a contar essa história e emocionam àqueles que não entendem porque o transporte ferroviário no Brasil é tão desvalorizado e sucateado.

     “Dormentes do Tempo” aborda ainda a arquitetura belga empregada na construção das Estações ao longo do seu trajeto.  

 Assista o documentário:

 

Um comentário em ““Dormentes do Tempo”: Documentário resgata história da Ferrovia na região de Marcelino Ramos (Vídeo)

  • 4 de novembro de 2015 em 08:38

    Gostaria adquirir o vídeo Dormentes do Tempo. Aonde posso comprar?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Chat with us on WhatsApp